quinta-feira, 18 de maio de 2017

Renuncia ou não?

Amanhecemos em mais um dia histórico para o país. Anoitecemos sob o impacto da notícia de Lauro Jardim de O Globo do conteúdo da delação dos irmãos Batista, que apresentaram ao Ministério Público gravação de conversa com o Presidente da República, coisa de 20 milhões mais obstrução da justiça, além de citar o senador Aécio Neves e 1890 políticos que receberam propina do grupo JBS.

As notícias são estarrecedoras, não só os políticos e as altas autoridades envolvidas não dormiram nesta noite. O povo brasileiro está pasmo. Os arautos avisam que não é só. Há mais por vir. Coisas odientas, adiantaram.

Renuncia ou não renuncia? Esta é a questão desta quinta-feira.

Imediatamente consultamos a sequência em caso de vacância da presidência, tanto o presidente da Câmara dos Deputados quanto o presidente do Senado são investigados pela Lava Jato. neste caso, sim, ela, a ministra Carmen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal.

Qual será a frase de Guimarães Rosa que a ministra invocará para o momento?

Aquela da coragem, não, está muito batida, até a Dilma já usou.

Andam implicando com a ministra mineira, notadamente paulistas, com este hábito de citar Guimarães, Drummond, e até verso do Hino Nacional, no caso, verás que um filho teu não foge à luta, para responder as perguntas dos jornalistas.

Aposto em alguma frase do Riobaldo de Guimarães ou a famosa de Euclides da Cunha, o sertanejo é antes de tudo um forte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O dia a dia de uma advogada, críticas e elogios aos juízes, notícias, vídeos e fotos do cotidiano forense